Montmartre, a Santa Teresa de Paris

Morava em Santa Teresa e ouvia umas três vezes por semana alguém chamar o bairro de Montmartre do Rio de Janeiro. Encheu. Nunca disse que quem repete este clichê é um bobo e desinformado. Pensei forte, mas me segurei antes de dizer.

Santa Teresa parece mais ou menos vagamente com muitos outros lugares. Em Cali, encontrei um bairro boêmio e cultural que lembrou Santa para um amigo. Para mim era um bairro antigo aconchegante de uma cidade universitária, com méritos próprios, que não ganhava nada com a comparação. Em outras cidades, vi uns bares e restaurantes que poderiam estar naquele canto do Rio, mas que me lembraram mais os bons momentos que passei em Santa Teresa do que o bairro em si.

A verdade é que não acho que a comparação com um bairro famoso de Paris seria um elogio, além de ser um lugar comum. Santa Teresa não fica na “Cidade-Luz” – outro clichê –, mas tem luz própria. Só não tem mais bonde.

Recommend to friends
  • gplus
  • pinterest

About the Author